• Ministro dos Transporte assina contrato para construção de Ponte em Xambioá

    A senadora Kátia Abreu comemorou na manhã desta terça-feira, 9, a assinatura do contrato para a construção da ponte sobre o Rio Araguaia

    O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, assinou na manhã desta terça-feira, 9, o contrato com o consórcio de empresas que construirá a ponte sobre o Rio Araguaia – que liga ao município de Xambioá.

    O recurso da ordem de R$ 132,1 milhões é fruto de emenda impositiva da bancada tocantinense, formada por três senadores e oito deputados federais.

    A ponte, com 1.724 metros de extensão, interligará as malhas viárias dos Estados do Pará e do Tocantins. Atualmente, a travessia no trecho é realizada por balsas, gerando transtornos à logística de escoamento da produção local e regional.

    No próximo dia 28, o ministro irá ao Tocantins assinar a ordem de serviço.

     

    Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

  • Senadora debate seca e escassez de chuva no Matopiba com Agência Nacional de Águas

    Kátia Abreu assistiu a apresentação detalhada sobre a Bacia do Tocantins-Araguaia

    A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) esteve nesta segunda-feira (17) na Agência Nacional de Águas (ANA) para assistir a uma apresentação sobre os estudos da Bacia Hidrográfica dos rios Tocantins e Araguaia. A instituição tem um plano estratégico para utilização dos recursos naturais da bacia, a maior entre as que se encontram totalmente dentro do território brasileiro.

    “A escassez de água e a irregularidade das chuvas é geral e atinge todo o país, mas procurei saber especialmente sobre nossa região do Matopiba, tão castigada pela seca nos últimos três anos”, disse a senadora. “A solução mais urgente é fazer a perenização. Reservar água para cuidar da saúde dos nossos rios”, completou.

    A Bacia do Tocantins-Araguaia abrange todos os recursos hídricos que deságuam nos rios Tocantins e Araguaia. Ocupa superfície de 967.059 km² e envolve os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Pará e o Distrito Federal.

    Foto: Divulgação