gay movie
Biografia - Kátia Abreu - Por um Brasil ainda melhor
Navigation

Quem é Kátia Abreu?

Combativa, obstinada, mas sempre disposta a aprender, ela é incansável na hora de defender a queda dos impostos, a agricultura brasileira e projetos que melhorem a vida do trabalhador rural. Esta é Kátia Abreu: primeira mulher a chefiar o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e também a primeira representante do Tocantins a ocupar um ministério, senadora licenciada pelo estado do Tocantins, presidente licenciada da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e mãe de três filhos – que criou sozinha, enquanto se dividia entre o trabalho na fazenda e a militância política. Motivo de orgulho para seus conterrâneos, Kátia tem conquistado a admiração de brasileiros de todos os cantos do país. No Senado, ela trabalha para levar projetos sociais importantes para quem mais precisa. À frente da CNA, Kátia luta para garantir que o Brasil siga produzindo a melhor comida do mundo - e para que preservação da natureza e a produção rural andem de mãos dadas. Um trabalho que está chamando a atenção do planeta para a importância da agropecuária brasileira.

A mulher

Motivo de orgulho para seus conterrâneos, Kátia Abreu tem conquistado a admiração de brasileiros de todos os cantos do país. É incansável na hora de defender a queda dos impostos, o desenvolvimento da agricultura brasileira e projetos que melhorem a vida do trabalhador rural. Empenhada no aumento da confiança que o país tem na livre iniciativa, Katia considera que a construção de um país de oportunidades passa pela consolidação de uma economia forte que implica equilíbrio fiscal e redução da carga tributária. Destemida, Katia vem abrindo caminhos para as mulheres na política. Ao tornar-se a primeira mulher presidente de um sindicato rural no Brasil, Katia Abreu inseriu seu nome na história classista brasileira. Também foi a primeira, e até agora única, mulher a ser Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e consolidou sua liderança no ramo do agronegócio ao ser a primeira mulher a sentar em uma cadeira de direção na CNA, onde foi posteriormente eleita presidente (mais uma vez, a primeira na história da instituição). Esta é Kátia Abreu: primeira senadora eleita pelo estado do Tocantins, presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e mãe de três filhos - que criou sozinha, enquanto se dividia entre o trabalho na fazenda e a militância política. “Sou uma mulher determinada e acredito no trabalho. Agradeço ao Espírito Santo todos os dias pelas graças recebidas”, afirma.


A Política

Combativa, obstinada, mas sempre disposta a aprender, dedicou-se com afinco à atividade agropecuária e rapidamente tornou-se líder dos produtores do Sindicado Rural de Gurupi, terceira maior cidade do Tocantins. Katia hoje é Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, tornando-se a primeira mulher a ocupar a chefia da pasta e também a primeira representante do Tocantins a ocupar um ministério. Kátia também é presidente reeleita pelo terceiro mandato à frente da Confederação Nacional da Pecuária e Agricultura e a Senadora reeleita com 41,64 dos votos dos eleitores no estado do Tocantins. Kátia Abreu é a primeira mulher na história do Brasil (e no Tocantins, a primeira figura política) a ocupar esses cargos.

A Família

Nascida em Goiânia e formada em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás, Katia Abreu entrou para o ramo do agronegócio com a morte repentina do marido em um acidente de avião, em 1987. Grávida e com dois filhos pequenos, Kátia viu-se, aos 25 anos, repentinamente responsável não apenas por sua família, mas pela fazenda de onde tiraria seu sustento dali em diante. Ensinando pelo exemplo, mostrou aos filhos Irajá, Iratã e Iana que fé, perseverança, esforço e trabalho árduo são pilares essenciais para o sucesso. Venceu a inexperiência no campo dos negócios e o desconhecimento na lida diária com a terra sem descuidar da família e hoje tem a felicidade de ver os filhos já criados e aproveitar a infância de sua primeira neta, Maria Eduarda.